August 30, 2021

Verde, Vermelho e AZUL

 

O CASCAIS SHOPPING implementou um sistema inovador para controlar o estacionamento nos lugares reservados para pessoas com mobilidade condicionada, vulgarmente denominados por lugares de estacionamento para pessoas com deficiência.

O sistema permite identificar se o carro estacionado pertence ou não a alguém com mobilidade condicionada. Depois de colocar o dístico de estacionamento, o utilizador tem que confirmar essa condição e, remotamente, as equipas de vigilância também têm meios para monitorizar o parqueamento. Quando o condutor ocupa um desses lugares, é emitido um aviso sonoro e visual que explica que o lugar se destina a pessoas com mobilidade condicionada e que uma eventual infração fica sujeita a coima, pedra de pontos e inibição de condução. O lugar, devidamente sinalizado, passa de VERDE a VERMELHO e após o utilizador confirmar a sua condição passa a AZUL.



A sua implementação tem como objetivo a correta e devida utilização destes lugares e também a sensibilização dos condutores.


Carla Bonito, responsável no Cascais Shopping, reforçou a importância da implementação deste novo sistema: "Mais uma vez o Cascais Shopping volta a inovar em prol da comunidade onde está inserido. Procuramos continuamente melhorar os nossos serviços e implementar os recursos necessários para que as nossas instalações e serviços estejam acessíveis para todos os que nos visitam. Este sistema vai permitir um melhor controlo destes lugares que muitas vezes eram ocupados indevidamente."


Relacionados:


Créditos - VIDEO - Margarida Coelho


Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo


#cardosof  #minutoacessivel

 

August 19, 2021

Democratização dos ACESSOS


𝐏𝐢𝐬𝐜𝐢𝐧𝐚𝐬 𝐌𝐮𝐧𝐢𝐜𝐢𝐩𝐚𝐢𝐬: NOVO equipamento

 


As piscinas municipais de MÉRTOLA já têm disponível um equipamento que permite o acesso à água a pessoas com mobilidade condicionada. Este equipamento, constituído por uma cadeira basculante, vai permitir que todos aqueles que queiram tomar um banho de piscina em segurança, o possam fazer sem stress. É pois mais um passo para a democratização dos acessos a equipamentos municipais. Uma raridade em Portugal, quer em equipamentos públicos, quer em equipamentos privados.

 

MÉRTOLA LIDERA PELO EXEMPLO

OBRIGADO


Com a colaboração de Joaquim José Roque

Saiba mais AQUI

 


Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo

 

#cardosof  #minutoacessivel

  

July 20, 2021

90 caracteres por Minuto


Pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, desenvolveram um sistema neural capaz de transformar pensamentos em palavras. A inovação pode beneficiar milhões de pessoas em todo o mundo, incapazes de digitar ou falar. O estudo foi publicado na revista científica Nature.

 


Essa foi a primeira vez que cientistas criaram frases a partir da atividade cerebral ligada à escrita. Está aberto um novo (e promissor) caminho para a criação de sistemas mais sofisticados que ajudem pessoas com os mais diversos tipos de comprometimento a se comunicar de forma mais rápida e clara. 

 

O paciente identificado como T5 conseguiu escrever 90 caracteres por minuto quando conectado ao sistema 


Saiba mais AQUI


Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo


#cardosof  #minutoacessivel

June 25, 2021

Vacina para a ACESSIBILIDADE


Porque o Decreto-Lei n.º163/2006 continua a ser ignorado, porque a fiscalização não existe ou é incompetente, porque o Estado continua sem agir, certamente, vamos precisar de VACINAS para nos imunizarmos contra a falta de acessibilidades no nosso país.  

Foi preciso que o processo de vacinação em curso – relativo à pandemia – tivesse que recorrer a uma escola no Porto, com o objetivo de a usar como centro de vacinação, para percebermos que essa mesma escola não é acessível a eventuais alunos com mobilidade reduzida, mas também para percebermos qual é o nível de preocupação que os responsáveis pelo edificado público conferem à falta de acessibilidades. São escolas, são tribunais, são serviços de finanças e outros similares, são centros de saúde, são zonas de lazer, enfim, quase todo o espaço da competência pública continua inacessível.

 








Tiveram que ser os seguranças a transportar nos braços quem chegava de cadeira de rodas e a servir de auxílio às restantes pessoas com mobilidade reduzida. 


Fica a pergunta: se houver um acidente quem é RESPONSÁVEL?

 

como diz o slogan

ESTAMOS ON

... mas sem acessos ...

 


Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo


#cardosof  #minutoacessivel

 

June 21, 2021

Peter Pan sobre Rodas

Lembra-se das aventuras do Peter Pan?


O conto retrata a história do jovem Peter Pan, um rapaz que se recusa a crescer e sai pelo mundo em busca de aventuras mágicas. As atitudes e comportamentos do personagem são a referência para os adultos que têm dificuldade em amadurecer. Recusam-se a crescer.

Muitas vezes, uma pessoa com deficiência – PCD – tenha ela 2, 30 ou 60 anos, acaba sempre por ser considerado uma criança aos olhos da sociedade.

 

 










 

Fonte: Espécies Raras Sobre Rodas


 

Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo


#cardosof  #minutoacessivel

June 11, 2021

ACESSIBILIDADE versus PRIVILÈGIO

 

Já imaginaram pessoas sem deficiência a irem agradecer ou a sentirem-se profundamente agradecidas por irem a um restaurante e simplesmente conseguirem entrar sem que ninguém os ‘pegue ao colo’?






Fonte: Espécies Raras Sobre Rodas

  

Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo


#cardosof  #minutoacessivel

May 6, 2021

Evolução e seleção natural

Charles Darwin era um naturalista britânico que propôs a teoria da evolução biológica por seleção natural. A seleção natural faz com que as populações se adaptem, ou se integrem cada vez melhor, aos diversos ambientes ao longo do tempo. 

Por mais tempo que passe – e já lá vão uns séculos – os responsáveis pelos percursos pedonais que temos nas nossas cidades, ainda não perceberam que os pisos empedrados não são adequados à nossa mobilidade. As pessoas com Mobilidade Reduzida ficam mesmo com a sua capacidade de locomoção totalmente comprometida. Em pleno sec.XXI, com a diversidade de soluções a que temos acesso, será que os nossos urbanistas só pensam em pedras!!@?

 

O 'nosso' Super-Mário, naturalmente,  escolheu o melhor pavimento para se deslocar  
(crédito da foto - instagran taniaribas 22/05)


Provavelmente, a teoria de Darwin não se aplica a esta gente brilhante que é responsável pela evolução da ‘nossa urbe’.  

 

 

Relacionados:

 

Para o Minuto Acessível, faça um ‘like’ e

através deste minuto.acessivel@gmail.com deixe o seu contributo


#cardosof  #minutoacessivel